Flusser e as dores do espaço: a articulação do pensamento por meio do espaço expositivo.

Cássia Hosni

Resumen


A exposição Flusser e as dores do espaço, apresentada no SESC Ipiranga, São Paulo, trouxe para o espaço expositivo reflexões pertinentes a trajetória do filósofo e sua relação com a imaterialização da imagem técnica. A curadoria de Norval Baitello Junior e Camila Garcia concentrou-se em trazer o pensamento flusseriano de modo lúdico, explorando as relações com instalações artísticas, registros videográficos, documentações e eventos paralelos.


Palabras clave


Flusser e as dores do espaço; Vilém Flusser; Exposição.

Texto completo:

PDF XML HTML


DOI: https://doi.org/10.24316/prometeica.v0i17.232

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.




Copyright (c) 2018 Cássia Hosni

Licencia de Creative Commons
Este obra está bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional.

Lockss Creative Commons DOI DOAJ


ISSN 1852-9488 - Encargado de la publicación: Emiliano Aldegani. Universidad Nacional de Mar del Plata; CONICET, Argentina - Contacto: info@prometeica.com